Comboio para Amadora: horários, preços e bilhetes

Amadora, pertencente ao distrito de Lisboa, é a quarta cidade mais populosa em Portugal, estendendo-se por uma área superior a 23Km2, onde vivem para cima de 175 000 habitantes. A proximidade da capital faz dela um dos locais mais procurados a nível de zona residencial. O crescimento desenfreado dos subúrbios de Lisboa levou a um crescimento exponencial da procura de transporte ferroviário. A história desta cidade está intimamente ligada à construção da Linha de Sintra: tem três estações de comboio na Linha de Sintra – Amadora (Amadora, Reboleira e Santa Cruz-Damaia, para além de duas estações do Metropolitano de Lisboa e dois serviços de autocarros (Vimeca e Carris). O órgão máximo de governação local tem encarado a habitação e a reabilitação urbana como questões prioritárias, com vista a qualificar a sua imagem, tornando-a mais moderna, cuidada e uniforme, embora mantendo em funcionamento os tradicionais Mercados Municipais, como contrapartida às grandes superfícies comerciais. De forma também a combater a crescente edificação, tem existido um grande investimento na construção e manutenção de variados espaços verdes, parques idealizados para passeio, desporto ou simplesmente como forma de relaxar e desfrutar de um local agradável como alternativa ao bulício urbano. Possui pontos de interesse arqueológico, merecedores de visita, tais como a villa romana da Quinta da Bolacha, descoberta na localidade. Amadora é palco do Festival Internacional de Banda Desenhada, considerado o mais importante festival de banda desenhada nacional e um dos mais importantes a nível europeu. É por todos os aspetos, uma cidade direcionada para o desenvolvimento e a modernização. Guarda no entanto tradições que fazem parte da sua identidade, como a receita do “Coelho à Pedro dos Coelhos”, famosa ao ponto de ter sido referenciada por um dos mais nobres e conhecidos autores da literatura portuguesa, na sua obra “Os Maias”.